26/11/2007

Continuam a existir corridas street-racing

Portugal Diário-Aveiro: Caça a street racers

-A notícia não deixa de surpreender, mais de mil pessoas juntaram-se para assistirem a corridas de velocidade. Mais de mil pessoas, isto é, mais do que alguns jogos de futebol da superliga, e certamente que a maioria dos jogos de divisões secundárias, apesar de não existir publicidade a promover estes eventos, a sua divulgação fazer-se através do boca a boca, dada a natureza ilícita destes eventos. Não sou adepto de corridas streetracer, mas pelos vistos, existe quem queira practicar a "modalidade", e espectadores a quererem assistir, no entanto a mesma é considerada um ilícito criminal, continuando no entanto a ser practicada, num jogo entre o gato e o rato com as autoridades, colocando em causa, a segurança, quer dos streetracers, quer de espectadores. Ocorre-me perguntar, e se a actividade, pudesse ser legalizada e regulada? Através da criação de pistas vedadas ao trânsito pelas autoridades, ainda que improvisadas, uma vez que os eventos seriam licenciados, a segurança dos condutores e público seria consideravelmente aumentada, pois esta actividade deixaria de ser organizada de improviso, passando a ter responsáveis pela sua realização. A alternativa é manter-se a situação presente, pelo que a ilegalidade irá continuar, com regras e organização, poderiam sair todos a ganhar.

4 comentários:

SILÊNCIO CULPADO disse...

Será que o que atrai não é exactamente o facto de serem ilícitas? Não será que é o fruto proibido que faz subir o nível da adrenalina?

Fragmentos Culturais disse...

Penso que a 'Silêncio Culpado' tem razão... é o ilícito que causa toda essa 'adrenalina'!
Lamentável, mas verdade!

Tiago R Cardoso disse...

De facto como a repressão não funciona, seria de facto interessante colocar-se zonas próprias e seguras.

quintarantino disse...

Eu preocupo-me com esses aceleras e com os que andam à civil. É cada energúmeno ao volante.