16/12/2007

Cimeiras em Portugal

-Na célebre cimeira das Lajes, ás vésperas da intervenção militar no Iraque, muitas foram as vozes que afirmaram, que Portugal tinha sido escolhido como unidade hoteleira, e Durão Barroso serviu os cafés! Esta presidência portuguesa da U.E., veio dar razão a essas vozes, já tinha criticado aqui, a postura do jornalista da RTP, mas ao rever esta cimeira, posso afirmar, que a realidade vai muito para além daquilo que escrevi, a cobertura jornalistica sobre a assinatura do tratado, tratou de nos informar sobre a decoração dos Jerónimos, o que iria ser servido como almoço no museu dos coches, aos chefes de estado e de governo, o electrico que os transportava, a cantora Dulce Pontes, mas nem uma palavra, sobre o conteúdo do Tratado de Lisboa. As revistas Caras ou Lux, não teriam feito uma cobertura do acontecimento, muito diferente da que fizeram as nossas televisões, preocupa-me sobretudo a RTP, que deveria assegurar serviço público, é para isso que a pagamos, e serviço público, teria sido por exemplo já terem lido o Tratado, e informado os Portugueses das questões mais importantes que o mesmo encerra, a RTP tem profissionais ao serviço, competentes para o fazer, em vez de colocar o jornalista A. Esteves Martins a exultar com a construção europeia, e repetirem até á exaustão, que o Tratado é um emaranhado complexo jurídico, imperceptível ao comum dos cidadãos. Mas não, a preocupação, era apenas, que bonito evento que Portugal está organizando, o que os outros irão pensar de nós. Cheguei a ouvir comparar estas cimeiras, com a organização do Euro 2004, ainda bem que não se lembraram de construir recintos para as receber, mas é notória, a cultura de subserviência que percorre este país, actualmente é mais importante saber se o cafezinho é ou não apreciado pelos nossos convidados, do que o assunto que está a ser discutido. O que os outros irão pensar de nós, frase que até o primeiro ministro já proferiu, quando recusou discutir o referendo durante a presidência portuguesa da U.E., e mesmo quando Sócrates se deslocou a Moscovo ou Washington, foi notícia o jogging matinal do P.M., não os assuntos discutidos.

2 comentários:

cadeiradopoder disse...

Mais uma vez certeiro! Ninguém sabe, pela nossa comunicação social, o que se andou a discutir entre os cafés!

Atreides disse...

E a maioria da população também não se mostra interessada em saber mais! A irresponsabilidade segue dentro de momentos...