17/12/2007

PCP quer encerrar comércio ao Domingo

Portugal Diário-PCP quer todo o comércio fechado ao domingo

-O PCP, partido avesso ao progresso e modernização da sociedade, apresenta uma proposta que não surpreende, no sentido de encerrar o comércio ao Domingo, ainda que contemplando algumas excepções, mas vai mais longe a obsessão reguladora comunista, procurando legislar sobre horários de funcionamento de restaurantes, bares e outros estabelecimentos de diversão nocturna. Não espantaria ver a CCP alinhar conjunturalmente, numa união contra-natura, ao lado do PCP, uns por corporativismo, outros por teimosia em não perceberem, que o tempo de planificar o funcionamento da economia, centralizando decisões que apenas aos agentes económicos e consumidores dizem respeito, já passou, felizmente! Volta não volta, surgem uns quantos arautos da desgraça, anunciando o fim do comércio tradicional, quando este precisa é modernizar-se, adaptar horários e oferta ao gosto dos consumidores, existem vários casos de pequenos estabelecimentos, que por terem já caminhado nesse sentido, são casos de sucesso, podem e devem servir como exemplos a outros, porque os consumidores têm o direito, e dele não abdicam, de comprar o que querem, quando querem e onde querem, por muito que os defensores da economia planificada não gostem!

3 comentários:

Tiago R Cardoso disse...

O que o PCP deveria defender era o apoio ao pequeno comercio, ajuda na sua modernização e não, como sempre, lutar contra o que eles chamam os senhores do capital.

Atreides disse...

O PCP tem (acredito nisso) uma ideia do destino. Não sabe é o caminho. E engana-se constantemente.
Se o comércio dito tradicional atravessa uma crise, isso deve-se também aos horários pouco flexíveis que pratica. O PCP acaba por asfixiar ainda mais os comerciantes com esta intenção. Pode-se falar em eutanásia.

quintarantino disse...

O pequeno comércio não sobreviverá apenas e só obrigando ao encerramento das grandes superfícies. O PCP devia saber disso. Parece, contudo, que não.