11/03/2008

Governo não recua, mas vai recuando

Portugal Diário - Maioria dos professores avaliada em 2009

-Tal como Marcelo Rebelo de Sousa previra no passado Domingo, o governo habilmente não poderia deixar cair a ministra Maria de Lurdes Rodrigues, tal significaria uma derrota, mas apesar de afirmar que a política de educação, nomeadamente a de avaliação era para manter, veio hoje António Vitorino, um destacado militante socialista, suderir um período experimental de avaliação, e já depois Pedro Silva Pereira, ministro da Presidência, afirmar que este ano apenas serão avaliados 7 mil professores, num universo de cerca de 143000. Está assim aberta a porta para entendimento com os sindicatos, ou caso estes se mantenham irredutiveis, para criar divisões entre os professores, enfraquecendo o movimento, até porque adiar para 2009, significa dar um prazo suficientemente longo, para inclusivé, retirar as matérias que têm suscitado maior contestação. Será curioso verificar, se em 2009, ano de eleições, existirá efectivamente uma avaliação dos professores, esta ou outra, porque em caso negativo, terá sido uma derrota monumental por parte do governo, de Maria de Lurdes Rodrigues e em última análise do próprio José Socrates.

4 comentários:

Blondewithaphd disse...

Veremos... Eu não vou muito à bola com discursos sindicalistas mas vejo que o governo vai ter de renegociar os seus parâmetros. Veremos...

SILÊNCIO CULPADO disse...

António Almeida

Ver para crer como S.Tomé.

Porém as eleições estão à porta e há que apresentar uma face humanista que ofusque as indisposições destes 3 anos.
E José Sócrates é suficientemente hábil para passar pelos intervalos da chuva.
Um abraço

joshua disse...

Já nada camufla o assassínio da Escola Pública.

PALAVROSSAVRVS REX

Tiago R. Cardoso disse...

Totalmente impossivel, período experimental ?

Se é experimental tudo o que fosse feito, contaria ou não contaria ?

Se contasse e no final vissem que estava mal, apagavam tudo o que foi a avaliado ?

se não contasse, como é que poderiam saber se funciona ?