30/03/2008

Mais uma (des)União Europeia

PUBLICO - UE fragilizada para negociar política de vistos com Washington

-Mais uma vez se coloca em causa a necessidade dum tratado político, numa união que não passa duma associação comercial de interesse comum. Como se poderá aprofundar politicamente o funcionamento duma união, quando não raras vezes, cada estado limita-se a defender os seus interesses? Então quando se trata de negociar com Washington ou Pequim, não existe de todo qualquer U.E., como de resto no Kosovo ou Tibete, para falar apenas nas questões mais recentes. Antes de partirem para qualquer tratado, os políticos europeus deveriam começar por ponderar, se existe algum sentimento de ser-se Europeu, a começar nos próprios, e será fácil de constatar que tal sentimento não existe.

1 comentário:

Tiago R. Cardoso disse...

Se calhar existe mas é um sentimento fraco em relação aso interesses comerciais.

Mas não só interesses comerciais, interesses particulares que tem que ver com a cultura de cada estado e amizades antigas.