15/10/2007

Millenium BCP-outro perdão de dívida

PÚBLICO-Teixeira Duarte e Berardo querem explicações

-O caso começa a atingir contornos inacreditáveis. Uma instituição financeira regularmente auditada, cotada em bolsa, sob observação permanente do Banco de Portugal, não concede empréstimos tão avultados como os alagadamente perdoados, sem garantias bancárias, ou sem recorrer aos tribunais em caso de incumprimento. Exigem-se pois esclarecimentos, exigem-no os accionistas da instituição, e devem exigi-lo os milhões de clientes do maior banco privado português, a bem da saúde do nosso sistema financeiro, cuja necessidade é tão apregoada na hora de justificar o porquê do actual sistema de impostos sobre os lucros da banca, devem exigir essas explicações também o ministro das finanças e os contribuintes. É necessário saber quem concedeu estes empréstimos, com que garantias, de que forma tentou cobrar-se a dívida, quem é responsável pelo perdão, se o nome dos devedores consta nalguma acção que vise a cobrança coerciva da dívida, e se foi notificado o banco de Portugal.

4 comentários:

ruy disse...

Visito o seu blog, que até agora não conhecia, só para lhe dar a conhecer, uma vez que é visitante do "Ojumento", que hoje fui censurado pelo jumento que riscou um meu comentário, por ironia num post intitulado Sinais de intolerância. Rezava assim o comentário censurado:

“Tendo em consideração que o Jumento nem é visitante nem seu amigo queira retirar a referência a 'O Jumento na coluna da direita”

Foi este o comentário que recebi do Jumento no “classepolitica” que, com algum esforço, vou mantendo.
Penso que tão impulsivo e irreflectida conduta será fruto da troca de comentários que ontem tivemos. Onde, apesar de acesos, não creio que qualquer um de nós tenha ultrapassado os limites do razoável.
De qualquer modo, quero acrescentar o seguinte:

O “OJumento” é de facto um visitante deste Blog (classepolitica)
Mais de uma vez o camarada blogueiro Jumento citou nos comentários que me dirigiu "que no seu Blog classepolitica, etc e tal".

Nunca supus que as nossas discussões o tivessem irritado tanto. Nem tinha dado conta serem os meus comentários assim, tão certeiros. Como “Ojumento”deverá supor, conservarei o seu Link apenas porque me dá jeito. E porque me dá jeito continuarei com ele.
Continuarei igualmente a comentar no Jumento, porque os seus/nossos visitantes têm todo o direito de conhecer "outras certezas” que não apenas as do Jumento. Isto, se não for censurado, dado que “Ojumento” introduziu "censura prévia" na sua caixa de comentários, com todo o direito alias.
O meu caro tem que se habituar ao contraditório e, em minha modesta opinião, faz muito mal em seguir os modos intransigentes de Sócrates, que pelos vistos estão a fazer escola.

Só para que conste.
Até sempre, ruy

NuNo_R disse...

Ainda bem que não tenho alguma conta ou hipoteca neste banco, tal os arraiais que tem tido á sua volta.
É mau para os acionistas e é mau para os seus clientes...



obs: Mas também não faço apologias aos outros bancos ;)

abr...prof...

SILÊNCIO CULPADO disse...

Olhe isto também é surrealismo puro. É só o que me ocorre dizer.

JOY disse...

Só me aptece gritar " PPPAAAIII , PPPAAII, PPPAAII. LOl

JOY