19/02/2008

A culpa é de George W. Bush


-Foto via Blogue Atlântico

-Já ouvi alguma esquerda culpabilizar as alterações climáticas, o aquecimento global e o efeito de estufa pelo mau tempo ocorrido ontem em Portugal, e pelos estragos causados na região de Lisboa. Claro que décadas de mau ordenamento territorial, falta de limpeza nas condutas de escoamento ou má planificação e coordenação dos meios de auxílio ao nível dos serviços de protecção devem ser alheios ao sucedido. Eu dou uma pista a estes senhores, se procurarem bem, a culpa deve ser de George W. Bush, cujas responsabilidades remontam a tempos bíblicos, não fossem os americanos e o pobre do Noé não teria sido obrigado a fugir na arca, pois nem o dilúvio teria ocorrido. Tenham juízo, alguma decência e deixem de sacudir a água do capote.

3 comentários:

quintarantino disse...

Bem, mas eu cá assumo a minha quota parte de culpa mas ele que assuma as dele também, que diabo!

Ou o gajo agora é uma virgem impoluta?

António de Almeida disse...

-Não Quint, naturalmente é irrelevante para este caso, só o citei para levar ao exagero a cultura de desculpabilização que por cá impera. O meu amigo sei que percebeu.

Tiago R. Cardoso disse...

Claro, a culpa é sempre dos outros, tem sempre de se culpar alguém, agora para fazerem alguma coisa, ai é que é mais difícil.