15/02/2008

Ou seja, querem mais betão

J.N.-Municípios querem do Governo mais poder na reserva ecológica


-A ANMP vem exigir do governo mais competências na definição e administração dos terrenos pertencentes á Reserva Ecológica Nacional. Por princípio poderia ser favorável a uma descentralização de procedimentos burocráticos, mas colocar nas mãos das autarquias, muitas delas endividadas, e altamente permeáveis a interesses imobiliários, seria tão seguro quanto deixar um elefante á solta numa loja de porcelanas. A Reserva pertence ao país, não a cada um dos municípios em particular, já basta de mamarrachos e terrorismo ambiental em que assenta muito do desenvolvimento autárquico luso, muito por culpa do actual modelo de financiamento das autarquias, assente numa lógica de disponibilizar mais dinheiro a quem mais constrói. Deixem a REN em paz, o país não precisa de mais patos bravos.

3 comentários:

Tiago R. Cardoso disse...

Patos bravos, abutres e tubarões, umas espécies que surgem sempre onde possa existir lucro.

Embora o governo tenha vindo corrigir a situação dizendo que afinal a delimitação à REN não será inteiramente feito pelas autarquias, logo apareceu o Sr. Ruas a perguntar se as câmaras não são capazes de definirem isso ?

Resposta, NÃO.

Só quem não conhecer a realidade é que é capaz de acreditar que os autarcas fazem tudo a pensar na REN.

joshua disse...

Enfim, assim se sepulta o país na construção para população nenhuma.

quintarantino disse...

Meu caro amigo, não se pode desperdiçar espaço verde!