27/02/2008

Luis Filipe Menezes e a RTP

A.F.-Menezes promete tirar publicidade da RTP se ganhar eleições

-Nada irá acontecer na RTP, nem tão pouco Luis Filipe Menezes ganhará as próximas legislativas. Mas durante toda a entrevista, esta foi a única medida concreta, avançada pelo lider do principal partido da oposição. Manifestamente pouco. Mas porque não, ir mais longe, e privatizar um dos canais da RTP, e deixar apenas um para verdadeiro serviço público, e não programas cuja única finalidade é concorrer para subir audiências? Pessoalmente até veria com bons olhos a privatização da própria RTP, e contratualização no mercado do serviço público entendido como necessário, mas aceitando que Portugal tal como os restantes paíse da U.E. pretende manter uma estação de televisão, para assegurar o fornecimento do verdadeiro serviço público, julgo que um canal seria suficiente.

6 comentários:

São disse...

Penso que deverá existir um canal de serviço público, pelo menos. Mas de verdadeiro serviço público!
Menezes combateu Mendes até o substituir, mas tudo ficou igual ou pior!
Saudações.

Tiago R. Cardoso disse...

Primeiro sou totalmente contar a privatização da RTP, o estado tem por obrigação fornecer o serviço publico.

Segundo, o senhor Menezes não explicou onde ia arranjar 60 milhões por ano.

Terceiro, o actual plano de reestruturação da RTP acaba em 2019 e foi um projecto criado pelo anterior governo PSD, nele estão incluidas as contas relativas à publicidade.

O Sr.Menezes não devia dar tiros desses, sabendo que a empresa está realmente a melhorar, graças a um plano elaborado pelo seu partido.

dar tiros ainda se aceita, fazer barulho tá bem, agora tiros nos pés, é que não existia necessidade.

Carol disse...

Sou a favor de, pelo menos, um canal do Estado com verdadeiro serviço público.
A publicidade poder-se-ia manter, desde que a níveis menos exagerados do que os actuais.
Menezes, quanto a mim, não merece qualquer crédito.

joshua disse...

O Menezes tem uma coisa com ele: é mau, é mau, mas acontece-lhe ganhar eleições e ser reeleito e reeleito.

Olhem para o que vos digo: em Gaia foi uma surpresa inicial a sua vitória, foi uma luta titânica contra o Marasmo Socialista. No fim do primeiro mandato, só faltava lamberem-lhe o chão por onde passasse.

Não há favas contadas em eleições e, até ver, muito para além de Pachecos e Imprensa lisboeta, tudo é virtualmente possível.

Ao contrário de outros políticos preguiçosos do contacto com as populações, com isso agastados aliás, Menezes é um rato incansável, seduz um a um, fala com as pessoas, faz milhares de quilómetros, o que for. Vai, arrisca, viaja, percorre até obter o que deseja. É um político todo-o-terreno, é um político de superfície e de povo, é um Jeep da política. Não o substimem porque a realidade contraditará, mais uma vez, todos os Pachecos e todos os Marcelos.

PALAVROSSAVRVS REX

SILÊNCIO CULPADO disse...

António Almeida
Houve tempos em que defendi que deveria existir, pelo menos, um canal de serviço público. Neste momento tenho sérias dúvidas. O serviço público resume-se à propaganda do governo/partido do poder e, para isso,os déficits vão sendo pagos com os nossos impostos.
Acho que o nosso dinheiro podia ser melhor aplicado.
Um abraço

quintarantino disse...

Luís Filipe Menezes prometeu ou anunciou e foi prontamente desmentido por Morais Sarmento: foi a isto que chegou o PSD.

Quanto à ideia de privatizar a RTP, gostava de recordar aos que defendem tal modelo alegando causas múltiplias (ligando até umbilicalmente o défice à propaganda ao Governo) que já existe um verdadeiro canal de serviço público em Portugal: a 2.

E quem é que vê os programas da antiga RTP2?

Paralelamente, privatizar toda a RTP seria ter alguns dos que hoje se indignam contra excessos de publicidade, propaganda ao Governo (por acaso é com este, mas não sei onde estavam quando era com outros) a amanhã vociferarem contra os perigos do controlo da Comunicação Social por um privado qualquer.

Aliás, a RTP não está assim tão mal quanto isso (tirando lá as dores de corno das divas e dos meninos bonitos) pois, segundo já aqui se asseverou, a empresa está realmente a melhorar graças a um plano aprovado e elaborado pelo PSD!