26/02/2008

Rui Santos agredido



-O jornalista Rui Santos foi no passado domingo vítima de bárbara agressão. Independentemente das consequências físicas não terem sido felizmente graves, o acto não deixa de ser considerado bárbaro, particularmente porque visou condenar alguém por utilizar a liberdade de expressão. Não sei se os energúmenos vestiam de vermelho, verde ou azul, nem tão pouco é relevante esse facto, mas deve ser registado que em Portugal continuam a existir pessoas, que por motivos futebolisticos, olham numa única direcção, ainda mais estreita que os burros, coitados, o cérebro não dará para mais, e quando falta inteligência para civilizadamente discordar, escrevendo, protestando, existem hoje inúmeros meios ao dispôr, reunem-se tribalmente, apelando á memória ancestral dos tempos das cavernas, de onde pelos vistos ainda não sairam, e procuram julgar e logo ali condenar, quem não diz aquilo que querem ouvir. Selvagens primitivos, coitados!

5 comentários:

Blondewithaphd disse...

Eu acrescentaria cobardes.

joshua disse...

Quem não gosta e não quer ouvir e ver o chato do Rui Santos não sintoniza a SIC-Notícias.

Agora agredir? Agredir é supremamente Filho da Puta!

PALAVROSSAVRVS REX

SILÊNCIO CULPADO disse...

António Almeida
É a crise de valores no seu pior. Concordo com tudo o que dizes no texto menos que ofendas os burros. Esses, pelo menos, são animais simpáticos.
Um abraço

NuNo_R disse...

Uma pessoa já não pode opinar sobre determinado assunto, sem que tenha de ter receio de ser espancado, processado, etc...

O fim da livre expressão até parece que está para breve, com estes acontecimentos todos :(

abr...prof...

Atreides disse...

Concordo com tudo e escrevi noutro local o que pensava das agressões.
No entanto, Rui Santos, por implicância ou por incompetência, "já as pedia"!
Rui Santos não é um jornalista a fazer jornalismo - é alguém apresentado como jornalista a discorrer disparates que se ouvem em qualquer tasca, com a agravante de o fazer para milhares. Não me admirava se Miguel Sousa Tavares redobrasse as medidas de segurança.

Condenável, seja como for. Assim como a Sic, que conta com tal colaborador.