10/01/2008

Justiça económica

ECONOMIA - PUBLICO-http://economia.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1316170&idCanal=57

-O sr. Oliveira tem um restaurante. Na mesma rua, o sr. Ferreira também tem um restaurante, logo é concorrente do sr. Oliveira. No restaurante do sr. Oliveira trabalha um excelente funcionário, o sr. Vara, que aliciado pelo sr. Ferreira, decide melhorar a vida, e muito legitimamente mudar de emprego. O sr. Vara pede uma licença sem vencimento, deverá ser o sr. Oliveira obrigado a emiti-la, ver partir o seu funcionário para melhor desenvolver o negócio do seu concorrente, e ainda por cima reintegrá-lo caso venha a ser mal sucedido? E a ética?

3 comentários:

Tiago R Cardoso disse...

Nada com ter um pé sempre bem assente num chão, não Interessa que tipo de chão interessa é estar sempre bem assente e de preferência um solo rico...

D.P.V disse...

Etica Antonio?estamos a falar do PS o mesmo que referendava e nao referendou que otava e nao otou, enfim isto para eles são trocos...
Ética e uma palavra que não consta do dicionário desta malta.
Jamé

azurara disse...

A licença sem vencimento é um direito inalienável dos trabalhadores.
Viva a licença sem vencimento!