31/01/2008

Estudantes do secundário em protesto

Portugal Diário-Educação sexual na escolas, fim dos exames e demissão da ministra.

-Passando ao lado sobre a demissão da ministra, desconheço quem terão sido os autores destes protestos que os estudantes do ensino secundário levaram hoje a cabo, ou se terão sido instrumentalizados por alguém, mas parece-me que alguém anda equivocado nesta matéria. Em relação á educação sexual nas escolas, tenho muitas dúvidas, sou até um pouco céptico na matéria, em primeiro lugar que o actual corpo docente esteja preparado para ministrar uma nova disciplina, em segundo, e conhecendo vários jovens adolescentes, que existam condições sérias nas turmas, para que esta disciplina fosse tratada com a dignidade de qualquer outra constante do programa. Mas admitindo que sim, julgo que a mesma deveria ser ministrada por psicólogos, embora julgue ser mais eficaz consultas médicas individuais nos centros de saúde, as quais poderiam até ter um caracter obrigatório, embora aí fossem os serviços do ministério da saúde a não estarem preparados. Mas neste domínio, sem dúvida, algo tem de ser feito. Quanto ao fim dos exames nacionais, nada mais absurdo, vivemos numa sociedade cada vez mais exigente e competitiva, com todos nós em permanente formação e avaliação, o papel da escola é preparar os jovens para o futuro, logo deverá prevalecer desde cedo uma cultura de exigência, onde os exames nacionais desempenham um papel fundamental na avaliação dos alunos, professores e das próprias escolas.

2 comentários:

Tiago R. Cardoso disse...

Sinceramente 100 alunos numa e 50 alunos noutra, grande manifestação, algo se passa ou foi encomendada e ninguém quis ir ou então foi condicionada por alguém...

Atreides disse...

Isso dos exames servirem de única avaliação...
Já agora, estudam todos em casa e pronto, nem são precisos professores!