31/01/2008

Quem semeia ventos...

Diario Economico - Bruxelas processa Portugal por golden-share da PT

-Totalmente de acordo com Bruxelas, os governos não podem privatizar o capital social das empresas obtendo receita, e depois manter o controlo das mesmas através de golden share sob o pretexto de interesse nacional. Que interesse? O único interesse cuja existência reconheço como legitima é o do consumidor obter o melhor serviço ao menor custo, o qual apenas se consegue quando existe uma livre e sã concorrência entre operadores, desde que os governos se abstenham de regular assuntos que não lhes dizem de todo respeito, e permitam o normal funcionamento dos mercados. Portugal não é infelizmente na U.E. o único país, que pratica esta forma de estatização encapotada, mas o Tribunal de Justiça Europeu certamente que mais uma vez, á semelhança do que tem vindo a fazer, não deixará de explicar aos governos, neste caso o português, o que é livre concorrência, com mais uma sentença exemplar.

1 comentário:

Tiago R. Cardoso disse...

No entanto acredito que em certos sectores o estado tem realmente de assegurar o interesse nacional, embora no caso as acções lhe dêem poderes a mais...